Você está aqui: Página Inicial / Blog / Hábitos para um ano (ciberneticamente) mais seguro

Hábitos para um ano (ciberneticamente) mais seguro

Estabeleça limites, Bloqueie, Monitore suas contas, Gerencie seus programas e aplicativos.

Pode parecer incomum falar de metas para o ano quando já estamos a caminho do segundo trimestre de 2019. Mas, como diria um dos fundadores da Intel, Andy Groove, este é um bom momento para rever o que foi conquistado e o que precisa ser reavaliado para atingir o sucesso no restante do ano. Simplificadamente, é hora de revisar os resultados-chave necessários para alcançar os objetivos.

Se o sucesso de uma empresa é ligado aos resultados obtidos pelo trabalho de seus funcionários, o aprimoramento do desempenho destes tem uma influência direta na qualidade do produto ou serviço final desejado. Por esta razão, nunca é demais relembrar seus usuários de alguns hábitos de cibersegurança, que podem ajudar a evitar infecções virais nas máquinas, por exemplo, garantindo uma performance adequada para se alcançar o objetivo final.

Para um (resto de) ano bem sucedido, em níveis corporativos mas também pessoais, me inspirei em alguns artigos e compilei quatro dicas rápidas e fáceis de comportamento online e offline para usuários diversos.


Hacker Rangers - Plataforma Gamificada para conscientização em cibersegurança


1. Estabeleça limites.


Antes de qualquer ação no mundo virtual, é importante ter bem definido o quanto de si você quer doar para este universo tão extenso. O que quero dizer é que, estipular com antecedência quais dados você vai fornecer para sites e aplicativos, por exemplo, é um hábito que pode te poupar ter informações pessoais desnecessariamente vazadas por aplicativos que sequer precisam de determinado tipo de dado para funcionarem corretamente.

Esta prática não se encerra no fornecimento de dados, mas você também precisa determinar quanto tempo vai dedicar ao mundo virtual, de quais discussões e fóruns vai participar, quais contas precisa criar, entre outros.


2. BLOQUEIE!


De nada adianta a precaução do hábito citado acima se, ao precisar deixar o computador ou celular de lado por alguns minutos, você deixá-los desbloqueados. Um dispositivo desbloqueado dá acesso fácil e rápido a qualquer pessoa a TODAS as informações que você forneceu para aquele aparelho ou para as contas virtuais as quais ele tem acesso.

Para dispositivos móveis é simples: aperte o botão liga/desliga de seu dispositivo e seu aparelho estará seguro.

Para computadores também é simples: pressione tecla Windows + L (se seu computador rodar este sistema) ou Ctrl + Alt + Delete e selecione a opção “Bloquear”.


3. Monitore suas contas.


Não ignore alertas e notificações de acessos remotos ou de IP de computador diferente tentando acessar alguma conta.

Esteja sempre atento a sinais de atividade e movimentação em suas contas virtuais. Isto inclui contas em redes sociais ou até contas bancárias com possibilidade de transação online. Não ignore alertas e notificações de acessos remotos ou de IP de computador diferente tentando acessar alguma conta. Se algum aplicativo, software ou site faz isso (desde que seja oficial) é porque está tentando te proteger de intrusos!

Além de um monitoramento constante, tenha certeza de que suas senhas são fortes o suficiente e que sejam DIFERENTES de uma conta para outra. Pense que, se você usa sempre a mesma senha e alguém descobre, todas as suas contas e acessos estarão vulneráveis.


Hacker Rangers - Plataforma Gamificada para conscientização em cibersegurança


4. Gerencie seus programas e aplicativos.


Faça uma limpa no seu dispositivo móvel e computador, retire todos os programas e aplicativos que não usa mais ou que não usa com tanta frequência. Isso é importante porque estes softwares muitas vezes têm permissões que deixam nossa localização ou até identificação pessoal exposta e, na grande maioria dos casos, esses dados são vendidos à empresas de marketing que nos lotam de anúncios e spams.

Além disso, tenha certeza que os aplicativos e programas que usa estão sempre atualizados. A atualização de aplicativos garante que os bugs e problemas, os que as desenvolvedoras percebem, sejam corrigidos, o que melhora a segurança destes cada vez mais.

Com essas dicas e outras, que você pode encontrar no site da Perallis, com certeza seu workspace online e offline estarão mais seguros e seus usuários ficarão mais confiantes.


Júlia Araújo
Criação e tradução de conteúdo na Perallis Security

Julia


Bibliografia:

https://www.perallis.com/news

https://felipecastro.com/pt-br/okr/o-que-e-okr/

https://umbrella.cisco.com/blog/2013/10/08/top-ten-important-cyber-security-tips-users/

https://theconversation.com/clean-up-your-cyber-hygiene-6-changes-to-make-in-the-new-year-108565